Dieta Sem Glúten Pra Perder calorias

É O Que Tem Para Hoje


No filme, Spurlock segue uma dieta de 30 dias (fevereiro de 2003) ao longo dos quais sobrevive alimentando-se exclusivamente em restaurantes McDonald's. O vídeo documenta os efeitos que este hábitos de vida poderá ter na saúde física e psicológica de um ser humano, e explora a interferência da indústria do fast-food. Ao longo da gravação, Spurlock comia nos restaurantes McDonald's três vezes ao dia, chegando a consumir em média 5000 kcal (o equivalente de seis,vince e seis Big Macs) por dia. Antes do começo deste experimento Spurlock comia uma dieta variada. Tentara ser saudável e magro, media 188 cm de altura e pesava oitenta e quatro,1 kg. Após 30 dias, obteve um ganho de 11,1 kg, 1,1 por cento de acrescentamento da massa corporal, elevando seu IMC de 23,2 (dentro da faixa "saudável") a 27 ("sobrepeso").



Ele experimentou transformações de humor, disfunção sexual, e dano ao fígado. Spurlock precisou de nove meses pra perder o peso que havia ganhado. O documentário foi nomeado para um Oscar na categoria de melhor documentário longa-metragem. A proporção que o vídeo começa, Spurlock está fisicamente acima da media, como é demonstrado por 3 médicos (um cardiologista, um gastroenterologista, e um clínico geral), assim como uma nutricionista e um preparador físico.


Ele é orientado pelos cinco para realizar a avaliação da tua saúde no decorrer do mês do experimento. Todos os profissionais da saúde predizem que o "Mc Mess" terá efeitos indesejáveis sobre o assunto seu corpo, no entanto ninguém esperava nada demasiado drástico, falando que o corpo é "muito adaptável". Spurlock começa o mês com um café da manhã perto de tua residência em Manhattan, onde há em média 4 McDonald's (e 66.950 habitantes) por milha quadrada (1,6 km ²).


Desfrutar O Feriado Sem Ganhar peso é Possível?

Também decide por viajar em taxis com superior frequência, já que pretende conservar as distâncias que caminha em linha com os 5000 passos (por volta de duas milhas) que por dia caminhava a média dos estadunidenses. Deve fazer 3 refeições em McDonald's por dia. Deve comer só os itens do menu. Isso adiciona a água engarrafada.


Precisa escolher o tamanho "Super Size" de tua comida a toda a hora que lhe for oferecido. Precisa aceitar todas as promoções oferecidas para que ele compre mais comida do que inicialmente planejado. No segundo dia Spurlock come pela primeira vez o tamanho Super Size, que leva em torno de uma hora para ingerir.


A experiência foi o aumento de seu estomago no decorrer do recurso, que culmina com Spurlock vomitando no caminho de volta para residência. Após 5 dias Spurlock havia ganhado quase dez libras (4,5 kg). Não passa longo tempo antes de que se acesse a si mesmo com uma impressão de depressão, e ele considera que seus capítulos de depressão, letargia e dores de cabeça são causadas na comida do McDonald's. Um médico contou-o como "viciado".


A noiva de Spurlock, Alexandra Jamieson, é um testemunha pro evento de Spurlock ter perdido muita da sua energia e funcionamento sexual ao longo da sua experiência. Não esta claro se Spurlock seria qualificado de completar o mês completo devido ao elevados teores de gordura e carboidrato de tua dieta; seus colegas e família começaram a preocupar-se. Próximo do vigésimo dia, Spurlock havia significado estranhas palpitações no coração. Consulta seu médico peculiar, o doutor Daryl Isaacs lhe aconselha parar o que está fazendo imediatamente pra impedir cada tipo de graves dificuldades de saúde.


Apesar desta advertência, Spurlock decide prosseguir com o teste. Spurlock chega ao trigésimo dia e atinge o teu objectivo. Em trinta dias, Spurlock comeu o tamanho "Super Size" em sua refeição em nove ocasiões no decorrer do caminho (dos quais cinco foram no Texas). Os 3 médicos ficaram surpresos com o grau de deterioração da saúde de Spurlock. Um deles afirmou que era irreversível o prejuízo causado ao seu fígado, que poderá sofrer, além disso, um ataque ao coração, mesmo perdendo todo o peso ganho durante o experimento. Ele alegou que neste período comeu mais refeições no McDonald's do que um nutricionista recomenda ingerir em oito anos. Esse post a respeito de um video é um esboço. Você poderá amparar a Wikipédia expandindo-o. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Creative Commons - Atribuição - Compartilha Semelhante três.0 Não Adaptada (CC BY-SA três.0); pode estar sujeito a condições adicionais. Pra mais detalhes, consulte as condições de exercício.


A maioria dos americanos, que são as pessoas que consomem mais carne do universo, obtém entre 12% -dezoito % de tuas calorias diárias pelas proteínas. As dietas ricas em proteínas, recomendam bem mais do que isso. Nestas dietas as proteínas podem ser diretamente a metade das calorias que você come diariamente. A maior quantidade destas proteínas extras vem de fontes animais, como carne, ovos e queijo.


Muitas vezes, estas dietas restringem severamente alimentos como cereais, grãos, frutas e legumes. Será que elas funcionam? A pesquisa diz que sim. Ao suprimir carboidratos, se perde peso de forma acelerada, já que você perde água. Sendo assim, sem carboidratos extras, o organismo começa a queimar tua própria gordura como combustível - um estado chamado Cetose.


Isso pode tornar mais fácil de seguir a dieta, por causa de você sente menos fome. Mas a Cetose podes causar dores de cabeça, irritabilidade, náuseas, dificuldades renais e palpitações cardíacas. São seguras as dietas ricas em proteínas? Médicos especialistas não concordam. A American Heart Association não recomenda para nada as dietas ricas em proteínas. Pela Espanha, o andaluz publicou um relatório sobre o assunto as dietas dissociadas, desaconselhando-as inteiramente. Pode-se relatar que, em geral, a comunidade médica está preocupada com as dietas com alto teor de proteína, especialmente quando elas são utilizadas a alongado prazo.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *